Como votar

No dia da votação

A 8 de outubro de 2017, todos os luxemburgueses, tal como os residentes estrangeiros inscritos nas listas eleitorais no Grão-Ducado, são chamados às urnas para eleger os membros do conselho municipal do seu município.

A administração municipal envia, com uma antecedência mínima de 5 dias relativamente à data das eleições, a cada eleitor inscrito uma convocatória com todas as instruções úteis.

No dia das eleições, é necessário:

  • Dirigir-se, entre as 8:00 e as 14:00 horas, à mesa de voto do município de residência;

  • levar um documento de identificação válido (bilhete de identidade, passaporte).

    De seguida, bastará ir até à câmara de voto e fazer a sua escolha.

     

    Voto por correspondência

    A possibilidade de votar por correspondência está reservada:

  • aos eleitores que, por razões profissionais ou pessoais devidamente justificadas, estão impedidos de se apresentar pessoalmente na mesa de voto à qual estão afetos;

  • aos eleitores com idade superior a 75 anos.

    Para saber mais: Pedir para votar por correspondência nas eleições municipais

Sistemas de eleição

Há dois sistemas de eleição diferentes:

  • Nos municípios com uma população inferior a 3000 habitantes, as eleições decorrem de acordo com o sistema da maioria relativa. Cada eleitor dispõe de tantos votos quantos conselheiros a eleger para o conselho municipal, marcando uma cruz (+ ou x) na caixa colocada a seguir ao nome de um ou vários candidatos e até perfazer o total dos votos de que dispõe.
    Para saber mais 
  • Nos municípios com uma população superior ou igual a 3000 habitantes, as eleições decorrem por escrutínio de lista com representação proporcional. Cada eleitor dispõe de tantos votos quantos conselheiros a escolher. O eleitor pode atribuir um ou dois votos a cada um dos candidatos até ao total de votos de que dispõe. Cada cruz (+ ou x) marcada em uma das duas casas reservadas ao último nome dos candidatos vale um voto para esse candidato.

Por exemplo, se o seu município de residência tiver 17 conselheiros a eleger, tem um máximo de 17 votos que pode distribuir da seguinte forma:
 

Outra possibilidade é marcar uma cruz na caixa colocada no topo de uma lista e atribuir, desse modo, um voto a cada um dos candidatos desta lista:

Se a lista na qual marcou uma cruz (+ ou x) incluir menos candidatos que conselheiros, pode atribuir livremente os votos restantes. No exemplo a seguir, foi marcada uma cruz no topo de uma lista com 12 candidatos, o que equivale a 1 voto por candidato. Se houver 17 conselheiros a eleger no seu município, dispõe ainda de 5 votos que pode atribuir aos vários candidatos.

Atenção: Se tiver marcado uma cruz (+ ou x) na caixa no topo de uma lista, já deu um voto a todos os candidatos que constam da lista e, consequentemente, pode apenas marcar uma única cruz suplementar atrás dos candidatos que constam da mesma lista.

O seu boletim é nulo no caso de marcar mais cruzes do que representantes a eleger.

Para saber mais 

Última atualização